quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

NORMAN FOSTER



Nome:Norman Foster
Nacionalidade:Britânico
Nascimento:01 de junho de 1935
Formação:
arquitetura: Universidade de Manchester – Reino Unido - 1961
mestrado: Universidade de Yale – EUA - 1962
Escritório:
1963 - Team 4 – em pareceria com Su Brummel, Wendy Cheeseman e Richard Rogers
1967 - Foster + Partners - http://www.fosterandpartners.com/
O Pritzker 1999, Norman Foster, teve seu talento reconhecido por inserir na
arquitetura uma grande inovação tecnológica, respeitando as diferentes escalas
de projeto, e, principalmente, por se preocupar com as questões do meio
ambiente.
Porque foi escolhido – palavra do júri:
A percepção de arte
e ciência da arquitetura de Sir. Norman Foster resultou em uma sucessão de
triunfos, cada um a seu jeito único. Ele reinventou o edifício alto, produzindo
o mais alto edifício da Europa, e, indiscutivelmente, o primeiro com consciência
ecológica, o Commerzbank em Frankfurt. Ele cuida apaixonadamente do meio
ambiente, projetando de acordo com ele. Desde os seus primeiros projetos, era
evidente que ele utilizasse a mais avançada tecnologia apropriada ao assunto,
produzindo resultados sensíveis aos terrenos e sempre com soluções imaginativas
para resolver os problemas. Seus objetivos de design são guiados não somente em
direção à beleza e função de um projeto, mas para o bem-estar dos utilizadores.
Esta dimensão social do seu trabalho pode ser traduzida como a realização de
todo esforço para transformar e melhorar a qualidade de vida. Nos anos 70, ele
foi pioneiro na noção de que o espaço de trabalho pode ser agradável, como
mostra um de seus projetos notáveis, o escritório Willis Faber and Dumas, que
inclui uma piscina e um jardim na cobertura para os funcionários.Em três
décadas, Sir Norman produziu um conjunto de edifícios e produtos notáveis por
sua clareza, invenção e puro virtuosismo artístico. Seu trabalho varia em
escala, desde a modesta, mas requintada adição das galerias Sackler às
existentes galerias da Royal Academy of Arts de Londres, e a adição simples ao
museu Joslyn em Omaha, no Nebraska – até um par de grandes mega-projetos, ambos
em Hong Kong, o maior terminal aéreo do mundo e o aclamado Banco HSBC.A
prova de sua habilidade em produzir soluções notáveis para diversos programas em
áreas urbanas é a sua sensibilidade inserida no projeto do Carré d´Art, um
centro cultural, próximo a um centro romano, que data de 500 anos antes de
Cristo, no coração de Nîmes, na França. Tal justaposição de arquitetura
contemporânea e antiga raramente foi tão bem sucedida. O Reichstag em Berlim e a
nova Great Court do Museu Britânico são redesenhos e renovações
brilhantes.A versatilidade de seu design é ainda mais demonstrada com
seus experimentos e inovações em projetar uma ampla gama de produtos desde uma
simples maçaneta, até mesas, talheres, cadeiras e mobiliários de armazenamento,
estantes, mesas de trabalho, estandes de exibição e mobiliário urbano, assim
como um ônibus movido a energia solar e um iate privado. Ele é um processo
contínuo de descoberta, inspiração, invenção e inovação.Pela inabalável
devoção do Sir. Norman aos princípios da arquitetura como forma de arte, pela
sua contribuição por definir uma arquitetura com elevados padrões tecnológicos e
pela sua apreciação dos valores humanos, envolvida na produção de projetos
consistentemente bem desenhados, ele é premiado com o Prêmio Pritzker de
Arquitetura, com desejos por um sucesso contínuo no novo
milênio.Curiosidades:1968 – Inicia uma longa
parceria com o arquiteto Richard Buckminister Fuller em projetos preocupados com
o meio ambiente1994 – Recebe a Medalha de Ouro da AIA1997 – Condecorado
com a Ordem do Mérito pela Rainha Elizabeth1998 – Recebe o Prêmio Stirling
pelo projeto Museu Imperial de Duxford1999 – Elevado à condição de Barão,
tornando-se Barão Foster do Tamisa2002 – Recebe o Praemium Imperiale Award
pelo conjunto de sua obra2004 – Recebe, pela segunda vez, o Prêmio Stirling
pelo projeto 30 St Mary Axé2009 – Recebe o Prêmio Príncipe das Astúrias na
EspanhaAcesse também o site do Prêmio Pritzker target="_blank">http://www.pritzkerprize.com/

Alemanha - Berlim - Reichstag





Fonte: http://www.arqbacana.com.br/arq!mais/PRITZKER+1999+-+NORMAN+FOSTER

terça-feira, 22 de março de 2011

Quiosque Yozenn!!







LOJAS YOZENN!!!

Um produto diferenciado e exclusivo! Loja linda e charmosa. Usando materiais nobres e atuais, como o acrílico, nanoglass e muito vidro, a Yozenn é um diferencial e referência em lojas de Frozen Yogurt.

LOJA SHOPPING VIA SUL



LOJA NORTH SHOPPING








www.yozenn.com.br

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Feliz Natal e Feliz Ano Novo!!!

Natal é o nascimento de Cristo. Ano novo é o nascimento de uma nova esperança. Que o seu natal seja brilhante de alegria e iluminado de amor. Feliz Natal e um Ano Novo cheio de esperança.

Aproveitando para avisar que entraremos em recesso do dia 23 de dezembro de 2010 ao dia 04 de janeiro de 2011.


quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Tom Dixon

O nome dele é Tom Dixon!

Um dos designers mais talentosos do mundo, Tom Dixon nasceu na Tunísia em 1959. Filho de mãe francesa e pai inglês, vive hoje no Reino Unido, país que lhe dá a anacionalidade desde os quatro anos. Cursou a Chelsea Art School em Londres, mas abandonou após seis meses, para dedicar-se à música. O talento falou mais alto e como criador de peças únicas, hoje ele é um dos maiores nomes do design britânico e mundial.



Tom Dixon conseguia trabalhar rapidamente com solda e depois que aprendeu, não parou mais de experimentar. Produziu sozinho aproximadamente 150 cadeiras. Logo foi descoberto pela italiana Cappellini e foi a partir daí que ele compreendeu o valor que o design pode agregar à indústria. Seus produtos tornaram-se menos brutos, ficaram com as formas mais agradáveis sem perder a característica do seu traço inconfundível.

Abaixo você vê algumas de suas criações:


Composta por fios trançados, borracha reciclada e câmaras-de-ar. A italiana Cappellini não resistiu à funcionalidade do conceito do produto. A "S" tornou-se um ícone do design, estando hoje em permanente exibição no Museu de Arte Moderna, em Nova Iorque.

Altamente reflexivo, inspirado em um capacete espacial. Sua superfície externa assume características do seu entorno. Disponível para ser usada de piso ou como pendende, e com o suporte em três tamanhos diferentes: 50cm, 40cm e 25cm. É formada usando uma técnica com um avançado processo de metalização a vácuo. O processo envolve a vaporização de uma pequena quantidade de metal puro a uma temperatura muito elevada e em seguida, sugando-o sobre uma superfície, por aplicação de uma carga elétrica.


A coleção cobre-bronze tráz uma sofisticação escultural a qualquer ambiente. A luz fez uso do cobre e do policarbonato, um material mais comummente associado com células solares e radiação de microondas. O cobre é criado pela explosão de uma fina camada de metal puro na superfície interna de um globo de policarbonato. O resultado é uma superfície altamente reflexiva, com um brilho metálico aquecido. Diâmetro máximo de 45cm. Altura máxima: 41cm.
A marca Tom Dixon, atualmente assina mais de 45 produtos de iluminação e mobiliário, com representação em mais de 50 países. Novas coleções são lançadas anualmente, a maioria nos grandes palcos nas grandes feiras internacionais de design e decoração.
"Honestamente, nunca me lembro de ter tido a ambição de me tornar designer. Ainda hoje, prefiro a idéia de ser um industrial." - Tom Dixon
Informações: www.tomdixon.net



O nome dele é Tom Dixon

Link da matéria: http://bit.ly/9axz4l